Dados de acesso incorretos.

Lista de Materiais

DESTAQUE

Crianças alertam população para a prevenção do Coronavírus

Esta semana foi confirmado o primeiro caso de Coronavírus no Brasil. Além dele, há outros 20 casos em investigação em 7 estados do País. Mas o que tem chamado a atenção dos capixabas são os dois casos de suspeita aqui no Estado, nos últimos dias. O primeiro caso já foi descartado e o segundo caso, o de um jovem de 25 anos que chegou de Singapura recentemente, está sob análise.

Pensando no futuro, e antes que o caso seja declarado pandemia pela Organização Mundial da Saúde, OMS, os alunos do Colégio Adventista de Cachoeiro de Itapemirim, saíram às ruas abordando pessoas com dicas e medidas simples para prevenção.  O objetivo foi alertar e orientar a população.

“Ações assim desenvolvem no aluno a solidariedade, a preocupação com o próximo e também a importância do cuidado com a higiene e a saúde”, declarou Bruna Tonetto, coordenadora pedagógica do Colégio.

A ação aconteceu no dia 28/02 na Rodoviária de Cachoeiro de Itapemirim. A ideia chamou a atenção das pessoas para a prevenção. Os alunos estavam com máscaras, placas de conscientização e distribuindo panfletos informativos. Além disso, as crianças também abordaram as pessoas aplicando álcool em gel em suas mãos gratuitamente.

Europa
A Itália tem o maior número de casos confirmados na Europa. São 528 casos, no total. Já chegam a 14 o número de vítimas fatais no país. Dinamarca e Estônia registraram os primeiros casos da doença. E no Reino Unido, o número de casos confirmados subiu para 15.

Ásia
Na China, a volta às aulas foi adiada. O país registrou 78.630 casos da doença, com 2.747 mortes. Em segundo lugar, tendo o maior número de casos fora da China, está a Coreia do Sul que confirmou registrou 1.776 casos. No Japão, as aulas foram suspensas em todas as escolas.

Oriente Médio
Faltando dois meses antes do início do Ramadã, o mês sagrado dos muçulmanos, a Arábia Saudita proibiu, esta semana, estrangeiros de fazerem peregrinações religiosas. Já no Irã, o número de infectados subiu para 254. Com 26 mortos, o número de vítimas fatais no país é o maior fora da China.